BLOG: reflexões, pensamentos, dicas e muito mais

Arquivo para a categoria ‘Livros Infantis que Tocam o Coração’

DICA DE LIVRO INFANTIL: “Coração de Galinha” – Cida Pompeo / Ilustração: André Ceolin

 

Olá pessoal,

 

Este é um livro especial! Uma história tocante de uma galinha que percebe que de seus ovos não nascem pintinhos. Pela imensa vontade de ser mãe, adota 7 cachorrinhos.

 

Um livro que emociona e nos mostra a beleza em aceitarmos e acolhermos a diferença, a importância em valorizarmos nossos sonhos e desejos e como os laços de amor podem surgir de formas diversas.

 

Além do lindo texto, as ilustrações do André Ceolin (o mesmo ilustrador do meu livro “Mulher Sem Script”) falam por si. As expressões dos animais – da Cotinha, a galinha, do Pitoco, um dos cachorros –  emocionam e encantam.

 

Ler com os filhos este livro, abre a possibilidade de falar sobre valores e posturas na vida que nos tornam pessoas melhores.

 

Fica a dica!

 

Espero que gostem!

 

Abs

 

Natércia

 

 

Anúncios

LIVROS INFANTIS QUE TOCAM O CORAÇÃO

Os livros podem ser mágicos. Os bons livros são capazes de nos transportar para lugares diferentes, olhar sob perspectivas que não são as usuais, pensar e refletir.

Acredito que os livros infantis tenham esse nome pelo tipo de texto e ilustrações, porque na verdade, os temas muitas vezes tocam também a nós, adultos. São temas para qualquer idade mas se lermos com “corpo e alma”, como se diz, entrará pelo coração, pelo caminho da criança que existe em cada um de nós.

Quando os pais sentam com os filhos (sobrinhos, alunos…) para ler um bom livro infantil, colocam-se lado a lado, mergulhando no mesmo universo e não raro se deslumbram com o que têm diante de si. Em alguns momentos,  são tocados pela emoção, que dificulta que se coloque em palavras o que sentem naquele momento e que usem essa oportunidade para diálogo ou para recordar a própria infância, podendo compartilhar um pouco de sua história.

Às vezes, quando estou nesses momentos com meus filhos, imagino como seria “eu-criança” brincando com eles. Será que seríamos amigos? Como seriam nossas brincadeiras?

Esses momentos de leitura são o que mais se aproximam dessa minha fantasia, por isso os considero únicos e especiais.

Alguns livros nos tocam mais do que outros e aqui compartilho e indico alguns à vocês. Espero que gostem!

Gostaria de fazer um pedido. Mandem pelos comentários os livros que tocam vocês e assim começaremos uma “biblioteca muito especial”  para crianças e adultos. Os livros sugeridos, serão colocados nesta sessão.

Obs: Não classificarei por idade pois acho que qualquer um deles pode ser lido em qualquer idade, basta adaptar a leitura e adequá-la à faixa etária (ressaltando ou minimizando alguns aspectos).

O POTE VAZIO

Demi – Ed.Martins Fontes

O livro é simplesmente maravilhoso! Com ilustrações orientais, texto simples, fala sobre a importância de falar a verdade e fazer sempre o melhor que pudermos em todas as situações. Uma oportunidade ótima para conversar sobre valores. Um dos meus livros de cabeceiras, que me ajuda a lembrar que mesmo quando, a curto prazo, nosso melhor não rende frutos, a longo prazo, ele nos garante sempre algo muito importante: sermos o melhor que podemos ser.

PEDRO E TINA

Stephen Michael King – Ed.Brinque-Book 

Um livro sobre amizade, mas acima de tudo, um livro que ensina como o diferente pode nos enriquecer e nos tornar pessoas melhores. O diferente
agrega e não exclui. Tina é uma menina certinha, que faz tudo perfeitinho (deve sofrer de um leve TOC como eu!) e Pedro, um meninos que faz tudo ao contrário, fora do esperado e do padrão. Juntos, formam uma linda amizade de aprendizado e enriquecimento mútuo. As ilustrações são simplesmente lindas (a minha preferida é a casa na árvore. Qual será a sua? E dos seus filhos, sobrinhos e/ou alunos?).

AS VACAS NÃO VOAM

David Milgrim- Ed.Brinque-Book

Um livro pequeno, sem grandes pretensões mas com ilustrações divertidas e rimas  gostosas. Mostra o contraste do mundo infantil, rico em fantasias, e o mundo dos adultos, preso ao que acredita que seja a realidade e portanto muito limitado.

PINGUIM

Polly Dunbar – Ed.Martins Fontes 

As ilustrações desse livro são de emocionar qualquer um. O livro fala da relação de um menino, Ben, com um pinguim que ganhou de presente, mas que não consegue que se manifeste em relação a nada. O pinguim não reage a nenhuma fala, brincadeira ou qualquer outra forma de “approach”  de Ben. No final do livro, eis que o pinguim se comunica à sua maneira e surpreende pela percepção que teve de tudo que Ben fez.

Acho uma linda metáfora e ao mesmo tempo um alerta a nós adultos, do quanto às crianças percebem  o que acontece ao seu redor, mesmo que não saiba ou não queira se expressar.

GIGI BALANGANDÃ

Karin Sá Rego / Daniel Kondo – Coleção Escritinha (Ed.Escrituras)

Gigi é uma girafinha linda e alegre mas que vivia preocupada por ter um pescoço muito mais curto que as demais girafas, o que a tornava muito diferente. Até que descobre as vantagens de ser assim única. Um livro simples, mas que abre espaço para falar sobre as diferenças de uma forma alegre e inclusiva.

O COLECIONADOR DE SEGREDOS 

Márcia Cristina Silva/André Neves – Ed.Brinque-Book

Este é um livro que me deixa “sem falas”  no final (e olha que isso é muito raro!). Ele toca tanto nosso coração, que todos os adultos para os quais emprestei, acabaram comprando e colocando num lugar especial onde possam reler de vez em quando. Um livro sobre um meninos que vive num país no qual, aos 12 anos de idade, deve começar uma coleção, mas não sabe o que colecionar. Isso o leva a pesquisar, conversar com todos ao seu redor, vai se deparando com coleções de medo que se transformam em coragem, coleções de preocupações que se tornam alegrias… muito lindo e tocante.

GUILHERME AUGUSTO ARAÚJO FERNANDES

Mem Fox/Julie Vivas – Ed.Brinque-Book

Esse é um daqueles livros que emociona demais. É a história de um menino (Guilherme) que mora ao lado de um asilo e convive com os velhinhos. Uma de suas melhores amigas perde a memória e, para entender o que isso significa, ele vai perguntar aos demais velhinhos do asilo. Assim, Guilherme vai recolhendo memórias, muitas vezes através de sensações e emoções.

Este livro abre a possibilidade de falarmos sobre as coisas que realmente importam e que ficam marcadas em nossa memória, e também para que se converse sobre um determinado momento do ciclo de vida, a 3a idade.

%d blogueiros gostam disto: